Top 100 - Health Professionals 2010

Sobre a Hiperidrose

Sobre a Hiperidrose

Hiperidrose primária, de causa desconhecida,é a expressão dada à disfunção rara do sistema nervoso. Ela leva à sudorese excessiva em determinadas regiões do corpo. Geralmente acomete as mãos, os pés,as axilas e a face, isoladamente ou em associação.

Os sintomas podem surgir na infância e continuam o resto da vida.

O suor ocorre sem que nada o possa impedir. Ele brota nas horas mais incertas e delicadas, causando grande incômodo e enorme constrangimento.

molhar_papel1

O sofrimento já começa na infância. A criança vai para escola com uma toalha, e a cada página escrita enxuga as mãos, com receio de molhar o papel. Nas festas e brincadeiras da turma, sempre se retrai, com medo de molhar os objetos ou as mãos dos colegas.

Na mocidade, o jovem, vítima de brincadeiras, priva-se do convívio social. A mão, literalmente molhada, faz com que ele se sinta constrangido de oferecê-la num cumprimento, de segurar a mão da namorada e de não conseguir fazer uma prova sem ter uma toalha entre a mão e o papel. A axila molhada encharca a camisa, o vestido de festa e até o paletó, causando, às vezes, um odor desagradável. Procurando soluções, ele passa a tomar vários banhos ao dia, troca de roupa com frequência e evita determinados tipos de tecidos ou cores que salientem o problema. O uso de sandália é um sonho interrompido pelos frequentes escorregões.

axilas_molhadas

Na vida adulta, o rosto molhado causa uma impressão de insegurança, de mal estar e de constrangimento de quem esta falando em público ou fechando algum negócio. Torna-se impossível, para uma mulher, manter a maquilagem perfeita durante uma festa. Atividades diárias simples como escrever, namorar, conduzir um automóvel, trabalhar com um computador, ou simplesmente apertar a mão de um cliente são penosas. O desempenho de determinadas profissões torna-se difícil, principalmente aquelas que dependem de trabalhos manuais ou de boa apresentação social. Oportunidades profissionais são perdidas ou recusadas. A troca de emprego ou até de profissão começa a ser cogitada e a ocorrer.

Como consequência de tudo isto, prejuízos sociais, psicológicos e financeiros são enormes.

A busca de soluções paliativas e adaptações passa a ser uma constância para um problema frequentemente menosprezado pela família, pelos profissionais de saúde e pelos amigos.

Soluções paliativas terminam em sofrimento ou frustrações.

Para um problema definitivo, deve-se optar por uma solução definitiva.

pes_sapato_molhado

O único tratamento definitivo para a hiperidrose é o cirúrgico. Das opções cirúrgicas, a mais simples, rápida, segura e efetiva é a simpaticotomia endoscópica torácica. Esta técnica foi criada na Alemanha pelo Dr. Erhrad Kux, tio do Dr. Peter Kux, que a trouxe para o Brasil no final da década de 40 e aperfeiçoada, juntamente com o Dr. João Bosco Vieira Duarte na década de 90.

A simpaticotomia consiste na secção do tronco simpático localizado no interior da cavidade torácica. Com isto, o estímulo nervoso para as glândulas sudoríparas cessa, e a sudorese desaparece. Um mesmo procedimento é capaz de curar a hiperidrose palmar, axilar, facial e melhorar ou eventualmente curar a hiperidrose plantar. A cirurgia é realizada sob anestesia geral através de duas pequenas incisões de 3mm de cada lado do tórax. Dura cerca de 30 minutos. O resultado é imediato e pode ser constatado na própria sala de operação. O paciente recebe alta no mesmo dia, não sendo necessário sua permanência no hospital. A recuperação é rápida, e o retorno às atividades também. Em alguns casos pode ocorrer, após a cirurgia, aumento da sudorese, em geral no abdome, mas o sintoma desaparece em alguns dias; raramente é persistente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *